7 de janeiro de 2012

Para: Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro

De: Lúcio H. Acioli

Ref.: Vídeo Enciclopédia de Demonstrações de Física

Esta carta é para expressar minha opinião sobre a coleção “Video Enciclopédia de Demonstrações de Física”, através do ponto de vista de um professor com experiência de ensino de Física no segundo grau, no bacharelado e licenciatura, e na pós-graduação.

Há cerca de 2 anos me envolvi na revisão técnica da tradução desta coleção e desde o início fiquei muito impressionado com a qualidade do material, bem como quanto à apresentação visual, precisão, clareza e correção na apresentação dos conceitos da Física e, mais importante, no alto valor didático que acredito que a coleção apresenta.

É sabido que o ensino de física no Brasil segue um padrão em que os conceitos e formulações físicos são frequentemente dissociados da experiência prática do estudante. A disciplina é apresentada sem uma contrapartida clara na vivência do estudante, sendo o quadro negro o instrumento didático mais comumente utilizado. Isto não é necessariamente negativo, desde que o conteúdo tenha sido exposto através de uma situação experimental que motive os alunos. É preciso lembrar sempre que a física é uma ciência experimental, e que seu desenvolvimento é fortemente baseado no que a natureza nos apresenta. Nosso modelo mental para a compreensão do mundo deve ser confrontado constantemente com o que a realidade experimental nos apresenta. A construção da física ao longo da história humana seguiu este caminho e também é assim que apreendemos os conceitos básicos da Física.

A coleção “Video Enciclopédia de Demonstrações de Física” é uma poderosa ferramenta para o professor de física, contendo 600 demonstrações com variado grau de complexidade em todas as áreas básicas: Mecânica, Termodinâmica, Eletricidade e Magnetismo, Óptica e Física Moderna. As apresentações usam recursos gráficos claros quando necessário, mas concentram-se na apresentação de experimentos reais que são cativantes e despertam a curiosidade científica de quem as assiste. Em muitos dos experimentos apresentados os resultados numéricos das medidas realizadas podem ser utilizados para confrontar com a formulação teórica do problema. Com estes recursos o professor pode enriquecer a interação dos estudantes com os conceitos da física de forma muito proveitosa do ponto de vista do ensino desta ciência.